20.9.09

Desiderata

Olá, amigos!

Gostaria de compartilhar com vocês, nesta data especial (20.09.2009), o belo texto atribuído a
Max Ehrmann, entitulado


DESIDERATA


Siga tranquilamente entre a pressa e a inquietude, lembrando-se que há sempre paz no silêncio.
Tanto quanto possível, sem se humilhar, mantenha boas relações com todas as pessoas.
Fale a sua verdade mansa e claramente e ouça a dos outros, mesmo a dos insensatos e ignorantes, pois eles também têm sua própria história.

Evite as pessoas escandalosas e agressivas. Elas são um martírio para o nosso espírito.
Se você se comparar com os outros, tornar-se-á presunçoso e magoado, pois haverá sempre alguém superior e alguém inferior a você.

Você é filho do Universo, irmão das estrelas e árvores. Você merece estar aqui, e mesmo se você não pode perceber, a Terra e o Universo vão cumprindo seu destino.

Desfrute das suas realizações, bem como dos seus planos. Mantenha-se interessado em sua carreira, ainda que humilde, pois ela é um ganho real na fortuna cambiante do tempo.
Tenha cautela nos negócios, pois o mundo está cheio de astúcias, mas não se torne um céptico porque a virtude sempre existirá.

Muita gente luta por altos ideais e em toda a parte a vida está cheia de heroísmo. Seja você mesmo, principalmente. Não simule afeição. Não seja descrente do amor, porque mesmo perante tanta aridez e tanto desencanto ele é tão perene como a relva.
Aceite com carinho o conselho dos mais velhos mas seja compreensivo com os arroubos inovadores da juventude.

Alimente a fortaleza do espírito que o protegerá no infortúnio inesperado, mas não se desespere com perigos imaginários. Muitos temores nascem do cansaço e da solidão, e a despeito de uma disciplina rigorosa seja gentil para consigo mesmo.

Portanto, esteja em paz com Deus seja qual for a concepção que Dele tiver e quaisquer que sejam seus trabalhos e as aspirações.

Na ruidosa confusão da vida, mantenha-se em paz com a sua própria alma, apesar de todas as falsidades, fadigas e desencantos o mundo será sempre maravilhoso.

Seja prudente e faça tudo para ser feliz !

3 comentários:

Lindemberg disse...

Achei maravilhoso o texto, pois estava muito triste hoje e fiquei um pouco melhor depois desta leitura.

Espuma Flutuante disse...

Fico feliz por ter gostado do texto! Particularmente, sinto-me revigorada quando leio Desiderata!
Obrigada pela visita!

Lemos disse...

Olá Karina, boa noite!

Há tempos não usava o MSN e hoje, ao abrir o programa, vi o endereço do seu Blog, ao lado do seu nome e resolvi dar uma passadinha por aqui. Parabéns, muito bonito, suave e extremamente zen. Ao ver o texto Desiderata, fiz uma viagem no tempo:
Em 1976, eu, aos meus 16 anos esperava em sala de aula um professor de matemática para mais uma aula de logaritmos, funções e coisas do gênero. Qual não foi a surpresa da turma quando o professor entrou com uma vitrolinha e um compacto simples (um pequenino LP de vinil que tinha uma uma música de um lado e outra música do outro - nossa, como sou antigo!) na mão, dizendo que não iria dar aula e sim, nos mostrar uma lindo texto que havia sido apresentado no Fantástico no último domingo. Estranhamos, mas agradecemos um dia a menos sem números e cálculos e nos dispusemos a ouvir. Não houve quem não gostasse. Perguntamos onde conseguir aquele disco e, acredito que esgotamos o estoque da loja da minha cidade (Campos-RJ).
Agora, depois de reler o texto, dessa vez reapresentado por você, resolvi dar uma busca no Google e encontrei a narração original, na voz do inconfundível Cid Moreira. Essa é a versão que nos foi apresentada naquela distante tarde de 1976.
Se você quiser dar uma olhadinha, o link é: http://www.videosdahora.com.br/videos/exibevideo.asp?cod=4818.
Novamente, meus parabéns pelo Blog e pela linda aventura em Diamantina. Fiquei impressionado com a sua capacidade de descrever, em minúcias, todas os momentos daqueles dias. É como se a gente estivesse participando daquilo tudo.
Um fraterno abraço, que Deus a abençoe e que haja sempre muita, mas muita luz no seu caminho e que os deuses do verão nunca deixem se apagar o sol na sua vida...
Lemos